Arquivos | julho, 2016

Workshop em Microfluídica

 

VI Workshop em Microfluídica
É com grande satisfação que anunciamos a 6ª edição do Workshop em Microfluídica.

A pesquisa em Microfluídica no Brasil teve início há cerca de 15 anos e temos acompanhado com bastante entusiasmo o crescimento desta área. De fato, estamos chegando à terceira geração de pesquisadores envolvidos nos mais diversos aspectos desta área que possui intrinsecamente caráter multidisciplinar. Saiba mais sobre a Microfluídica.

Tradicionalmente, o Workshop em Microfluídica tem sido realizado – desde sua primeira edição, em 2011 – nas dependências do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), Campinas-SP, aproveitando sua ótima estrutura e localização privilegiada. Em 2016, o Workshop em Microfluídica será realizado pela primeira vez no Centro de Convenções da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), localizado a 5 km do CNPEM. Veja como chegar.

Adicionalmente, esta nova edição do Workshop será realizada em três dias, entre 20 e 22 de julho de 2016. Essa mudança visa a incentivar, aprimorar e amplificar a discussão dos trabalhos, a troca de experiências e colaborações envolvendo grupos de pesquisas e o setor industrial. Atendendo à crescente demanda da comunidade de sensores químicos, também aceitaremos trabalhos voltados para o desenvolvimento e a aplicação dessas plataformas.

Veja a Programação do Workshop

Conheça os palestrantes confirmados

Comentários desativados em Workshop em Microfluídica

Exposição “A Beleza e a Dor: uma experiência na Nigéria”

A Coordenadoria de Desenvolvimento Cultural (CDC) da Unicamp e a Cajueiro Produções apresentam a exposição “A Beleza e a Dor: uma experiência na Nigéria”, do fotógrafo Tomás Cajueiro, na Estação Cultura.

A exposição fará parte do Projeto Espaço de Arte, de coordenação da CDC, que tem como objetivo propor exposições de artes visuais em um movimento contrário ao realizado pelas galerias, levando as mostras para os locais já ocupados pelo público. “A Beleza e a Dor” ganhará assim uma montagem na Estação Cultura, importante espaço cultural da cidade, em recente parceria com a Secretaria de Cultura de Campinas.

‘A Beleza e a Dor: uma experiência na Nigéria’ nasceu há 5 anos, como parte da experiência de 7 meses que Cajueiro teve em Lagos, Nigéria, onde atuou como educador do Heart’s of Gold Childrens Hospice, único orfanato para crianças portadoras de necessidades especiais da cidade. O projeto reúne 25 fotografias de pessoas e lugares que permeiam as paisagens das ruas da maior cidade da África, buscando desmistificar nossos preconceitos sobre a realidade daquele continente.

Inaugurado em 2011 com uma grande exposição e um ciclo de 8 palestras nas escolas da rede municipal de Valinhos, o projeto nunca mais ficou parado. As exposições do Projeto Espaço de Arte abrem o ciclo 2016 do projeto, que conta com uma série de fotos inéditas e outras tantas novidades.

Sete Lagoano (MG) de nascimento, Tomás Cajueiro desde muito cedo se acostumou a longas viagens, e ao longo delas se deparou com culturas muito diferentes. Neste processo, evidenciou a necessidade de aprender com a pluralidade cultural. Graduou-se bacharel em Ciências da Comunicação pela Universidade para Estrangeiros de Perugia (Itália) e mestre em Ciências Políticas pela Universidade de Manchester (Inglaterra). Atualmente cursa um MBA em Bens Culturais na Fundação Getúlio Vargas de São Paulo e se dedica a execução de projetos culturais com forte ênfase em culturas locais e a valorização da cultural tradicional. Juntos, os projetos buscam contribuir para a discussão ao redor da identidade do povo brasileiro.

Exposição: “A Beleza e a Dor: uma experiência na Nigéria”
Artista: Tomás Cajueiro
Local: Estação Cultura (Rua Francisco Teodoro, 1050, Campinas/SP)
Visitação: 18 de julho a 12 de agosto de 20161979547_821739267842050_782045431_n

Comentários desativados em Exposição “A Beleza e a Dor: uma experiência na Nigéria”

Exposição “Retratos Brasileiros”

post_ad_pauliniapira - sem apoioO que é o Brasileiro ?

Impulsionados por essa dúvida te convidamos a embarcar em uma viagem através de olhares, sorrisos e histórias de um povo ainda pouco conhecido. Um povo que talvez ainda pouco se conheça.  O povo brasileiro. Uma viagem que busca apresentar através das fotografias de pessoas uma população brasileira   sem estereótipos, livre de preconceitos e julgamentos. Um Brasil representado por rostos e depoimentos de poucas palavras que resumem histórias e alegrias que não temos tempo ouvir no nosso corrido cotidiano.

O projeto consiste em uma série de retratos fotográficos feitos em manifestações, eventos e situações corriqueiras pelas ruas do Brasil. Em alguns casos as pessoas fotografadas ganham uma cópia da foto impressa e compartilham um pequeno relato sobre o momento fotografado. Assim, juntos, fotografias e relatos entram a fazer parte do projeto e ficam publicados no nosso site apresentando a quem queira um pedaço do Brasil.

A exposição estará aberta para visitação nos períodos de 06 a 30 de junho no Centro de Convenções da Unicamp e no Centro de Saúde da Comunidade (Cecom), e de 01 a 26 de agosto na Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP) e no Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas. Veja ao final deste texto as endereços e horários de visitação.

Acesse o site www.retratosbrasileiros.com e veja todas as fotos deste projeto.

O idealizador:

Sete Lagoano (MG) de nascimento, Tomás Cajueiro desde muito cedo se acostumou a longas viagens. Foi ao longo dessas viagens  que se deparou com culturas muito diferentes e se fascinou as possibilidade de aprendizado que podemos ter ao nos confrontarmos com  aquilo que é diverso.  Mestre em Ciências Política pela Universidade de Manchester e fotógrafo com vasta experiência internacional, Cajueiro viveu em países com Itália, Turquia, Nigéria , Inglaterra entre outros idealizou o Retratos Brasileiro junto a Carlos Rincon para dar uma pequena contribuição ao processo de formação de uma identidade nacional livre de preconceitos e estereótipos.

O caminho de Cajueiro até a fotografia foi um pouco tortuoso. Estudou jornalismo com uma ênfase muito forte em questões relacionadas a aspectos teóricos sobre a formação de identidades e a relação entre o jornalismo e a formação de opinião pública. Buscando respostas para a pergunta ‘O que é o povo brasileiro?’ Cajueiro acabou se interessando pelos processos históricos que criam a percepção que um povo tem de si mesmo. Isso foi em Perugia, na Itália, entre os anos de 2007 e 2010. Foram anos de estudo sobre questões de linguísticas e semiótica que impactaram profundamente relação do fotógrafo com a fotografia. Ao terminar a graduação transferiu-se para  Lagos, Nigéria, com o objetivo de trabalhar como voluntário em uma instituição não governamental.

Foi na África que as coisas começaram a mudar e a fotografia de Cajueiro começou a ganhar mais corpo e maturidade. Em Lagos teve a oportunidade de viver – e fotografar – a vida quotidiana da maior metrópole Africana. Conhecer as pessoas e fazer parte da rotina da cidade permitiu o fotógrafo produzir um registro fotográfico único das belezas que se escondem por trás da imagem negativa que normalmente se tem sobre a África. Desse período na Nigéria nasceu ‘A Beleza e Dor’, uma exposição itinerante de 35 fotografias  de pessoas e cidades do país africano que desde 2012 apresenta aos brasileiros um pouco das belezas do povo nigeriano.

Desde então se envolveu em diferentes projetos de fotografia autoral e busca no Retratos Brasileiros “apresentar o brasileiro ao próprio brasileiro para que no processo de autoconhecimento possamos nos tornar uma povo mais forte e unido.”

Os outros fotógrafos:

Erica D. Dezonne

Nascida em Campinas, interior de São Paulo, Érica vem de uma mistura de famílias onde parte tem sangue artístico, e outra representada por mulheres revolucionárias e a frente dos tempos. A paixão por fotografia foi surgindo de acordo com que era escalada, desde criança, a ser fotógrafa das viagens que fazia com seu pai: “para a loucura dele, sempre tinha que revelar rolos e rolos de filmes”.

Mas foi após sua graduação em Jornalismo que descobriu sua verdadeira paixão pelo Fotojornalismo, quando Erica D. Dezonne teve a oportunidade de vivenciar por alguns meses a rotina de fotojornalistas do Grupo RAC, principal veículo de comunicação de Campinas e região Metropolitana. Registrar diferentes episódios da vida cotidiana das pessoas, saber das dificuldades que enfrentam, fazer o bem em retratá-los para que possam protestar de alguma forma e que possam ser ouvidos como cidadãos através do meio de comunicação, se tornou parte da realização profissional através do fotojornalismo para Erica D. Dezonne. Sua passagem pelo Grupo RAC foi de quatro ano no quais chegou a ser finalista de diversos prêmios nacionais, incluindo os prêmios Esso e Embratel em 2011, com a foto “A luta de uma mãe contra o vicio”. Com a saida do periódico campineiro, teve passagem pelos jornais Diário de S. Paulo e O Estado de S. Paulo.

Atualmente mora e estuda fotografia em Londres, Reino Unido e busca no Retratos Brasileiros ‘retratar o brilho nos olhos e a esperança que motiva cada brasileiro a buscar uma vida nova fora do país’.

Sara Prevedel

Nascida em Valinhos – SP, Sara Prevedel é estudante de Design na Universidade Federal De Santa Catarina. Sempre amou a fotografia e já desde os 14 anos se aventurava com uma câmera. Assim que surgiu a oportunidade de participar ao Retratos Brasileiros não pensou duas vezes antes te topar. Viu no projeto a  oportunidade de juntas duas grandes paixões: as pessoas, principalmente as mais excêntricas e um pouco for a que definimos ‘normal’e a fotografia.

Busca a oportunidade de conhecer pessoas que não fariam parte do seu cotidiano não dosse pelo projeto. Claro que não só conehcermas trazer aos seguidores um pouco dessas pessoas.

Thamyris Salgueiro

Thamyris Salgueiro é natural de Manaus e bacharel em fotografia pelo Senac-SP (2005-2008). Na faculdade teve contato com processos de revelação e ampliação em cor e preto e branco. Também foi na faculdade que teve o primeiro contato com as técnicas de fotografia de estúdio tanto para retratos como para produtos. Nesse período desenvolveu trabalhos foto documentais sobre os mais diversos temas: terceira idade, fé, São Paulo, feiras, cena eletrônica, dentre outros. Terminando por produzir seu trabalho de conclusão de curso com uma série também foto documental sobre matadouros.

Em 2009 mudou para Valinhos e abriu um home estúdio, voltado para eventos e books. Nesse mesmo ano, começou a escrever, juntamente com seu pai, um blog fotográfico: 2Salgueiros. Desde 2011 está a frente do Container da Imagem, onde atua nas áreas de fotografia institucional, publicitária e retratos em estúdio. É diretora de fotografia do Fotoclube Valinhos. Está super motivada em integrar o Retratos Brasileiros e poder colaborar com imagens que tragam questionamentos sobre os mais diversos aspectos da população brasileira. Representante do Retratos em diferentes partes da região sudeste.

 

A exposição fica aberta para visitação nos seguintes locais e datas:

Do dia 10/06 até 30/06 no Centro de Convenções da Unicamp – Av. Érico Veríssimo, 800, Campinas/ SP – visitação de segunda a sexta-feira, das 09h às 17h.

Do dia 10/06 até 30/06 no Centro de Saúde da Comunidade (Cecom) – Rua Vital Brasil, 150, Campinas/ SP – visitação de segunda a sexta-feira, das 08h às 18h.

Do dia 08/07 até 27/07 no Café da Casa – Casa do professor Visitante (CPV) – Av. Érico Veríssimo, 1251, Campinas/ SP – visitação de segunda a sexta-feira, das 09h às 17h.

Do dia 01/08 até 26/08 na Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP) – Av. Limeira, 901, Piracicaba/ SP – visitação de segunda a sexta-feira, das 08h às 19h.

Do dia 01/08 até 26/08 no Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas (CPQBA) – Av. Alexandre Cazellato, 999, Paulínia/ SP – cisitação de segunda a sexta-feira, das 09h às 17h.

Comentários desativados em Exposição “Retratos Brasileiros”

X Seminário Nacional do HISTEDBR

30 ANOS DO
HISTEDBR

 

O Grupo de Estudos e Pesquisas “História, Sociedade e Educação no Brasil” (HISTEDBR) realizará o X Seminário Nacional do HISTEDBR, intitulado “30 anos do HISTEDBR (1986-2016): contribuições para a história e historiografia da educação brasileira”, entre os dias 18 e 21 de julho, no Centro de Convenções da Unicamp. Para mais detalhes acesse a página eletrônica.

Comentários desativados em X Seminário Nacional do HISTEDBR

20° Congresso de Leitura do Brasil

Nas dobras do (im)possível

 11 a 15 de julho de 2016 

 CENTRO DE CONVENÇÕES/UNICAMP/Campinas-SP –

O 20º Congresso de Leitura do Brasil, com o tema “nas dobras do (im)possível”, abre-se como espaço de discussão, troca e proliferação de experiências que apontem para os processos inventivos, criativos, imaginativos da leitura. Queremos envolver os participantes com as múltiplas dobras da leitura, nos atos de invenção e criação e com aquilo que deles se desdobra.

Com autores e pesquisadores, suas poetagens e suas escrituras, convidamos os participantes a partilhar suas tantas experimentações, seus inventos, seus trabalhos, explorando o universo da leitura em olhares atravessados pelo sonho, pelo irreal, pela possibilidade de alcance daquilo que ainda não é, daquilo que está em potência.

Coordenação Geral
Associação de Leitura do Brasil

(Diretoria Biênio 2014-2016)
Ana Lúcia Horta Nogueira
Alik Wunder
Maria Cristina Briani
Adriana Lia Friszman de Laplane
Marcus Pereira Novaes
Davina Marques

Programação geral

Confira abaixo a programação geral do 20º Cole. Ressaltamos que podemos ter alterações até os dias que antecedem o evento, por isso, consulte nosso site.

11/07/2016 – Segunda-feira

14h00-17h00
Credenciamento dos participantes
Secretaria do Evento – CDC

14h00-20h00
Livraria da ALB
Piso Superior – Casa do Lago

16h00
Conversa com Marina Colasanti e Abertura da Exposição “Na melodia das linhas, dançam palavras e imagens”
Sala Multiuso – Casa do Lago

17h00
Lançamento de livros da Coleção Hilário Fracalanza – Editora da ALB
Galeria – Casa do Lago

17h30
Atividade Cultural: “Apenas uma crença” Apresentação Musical Duo São Paulo
Sala Multiuso – Casa do Lago

12/07/2016 – Terça-feira

8h30-17h00
Credenciamento dos participantes
Secretaria do Evento – CDC

10h00-20h00
Livraria da ALB
Piso Superior – Casa do Lago

9h30-10h30
Sessão Solene de Abertura do 20º Congresso de Leitura do Brasil
Auditórios – CDC

11h00-12h00
Conferência I – Consuelo de Paula
Conferência Poético-Musical
Auditórios – CDC

12h00-13h30
Oficina da BC – Leitura e Acessibilidade
Sala de treinamento – BCCL

12h30-14h00
Oficina do 20º COLE – Bordado e outras artes em fio
Sala Multiuso – Casa do Lago

14h00-16h15
Sessões de Comunicação I
FE, IE, CEL, BC – consultar programa

Mesas Redondas I
I.1.Ilustração, literatura e educação
Coordenação: Lúcia Reily
Participantes: Hanna Talita Araújo, Renato Moriconi
Auditório I – CDC
I.2. Literatura afro-brasileira
Coordenação: Mariana Cestari
Participantes: Cidinha da Silva e Ricardo Aleixo
Auditório II – CDC
16h45-18h15
I.3. Políticas de Alfabetização no Brasil
Coordenação: Cláudia Ometto
Participantes: Cecília M. A. Goulart, Cláudia Gontijo e Denise M. de Carvalho Lopes
Auditório III – CDC
I.4. Rede Kino: Cinema e Educação
Coordenação: Carlos Miranda
Participantes: Cezar Migliorin e Maria Angélica dos Santos
Sala Multiuso – Casa do Lago

18h30
Lançamento de livros
Galeria – Casa do Lago

19h00-20h30
Sessão especial I – Comemorativa 20 COLE
Coordenação: Ezequiel Theodoro da Silva
Participantes: Regina Zilberman e Helena Costa Lopes de Freitas
Sala Multiuso – Casa do Lago

19h00-20h30
Mostra Kino – Rede Latino-Americana de Educação, Cinema e Audiovisual
Cinema – Casa do Lago

19h00-20h30
Assembleia Geral Ordinária da ABAlf – Associação Brasileira de Alfabetização
Salão Nobre – FE

13/07/2016 – Quarta-feira

9h00-17h00
Credenciamento dos participantes
Secretaria do Evento – CDC

10h00-20h00
Livraria da ALB
Piso Superior – Casa do Lago

9h00-10h00
Conferência II – Carlos Skliar
A leitura, a infância e a velhice
Auditórios – CDC

Mesas Redondas II
II.1. Linguagem, Mídia e Diversidade Cultural
Coordenação: Anna Christina Bentes
Participantes: Iara Schiavinatto e Ivana Bentes
Auditório I – CDC
10h30-12h00
II.2. Literatura em cena: experiências de leitura com adultos
Coordenação: Alik WUnder
Participantes: Eliana Kefalás Oliveira, José Hélder Pinheiro Alves
Auditório II – CDC
II.3. Sobre literatura infantil e juvenil e suas práticas de leitura
Coordenação: Elizabeth Serra
Participantes: Nilma G. Lacerda e Luiz Percival Britto
Auditório III – CDC
II.4. Leitura e mediação afetiva: a formação do leitor
Coordenação: Sérgio Antônio da Silva Leite
Participantes: Sue Ellen Lorenti Higa e Daniela Gobbo Donadon Gazoli
Sala Multiuso – Casa do Lago

12h30-14h00
Oficina do 20º COLE – Arte da Cianotipia
Sala Multiuso – Casa do Lago

12h30-14h00
Visita técnica BC – Encadernação básica: cuidando dos nossos livros
3o piso – BCCL

14h00-16h15
Sessões de Comunicação II
FE, IE, CEL, BC – consultar programa

Mesas Redondas III
III.1. Mídia e Leitura
Coordenação: Maria Cristina Briani
Participantes: Ederson Granetto e Márcia M. de Moura Ribeiro
Auditório I – CDC
16h45-18h15
III.2. Literatura Nativa: palavra e luta indígena
Coordenação: Alice Villela
Participantes: Olívio Jekupé e Werá Jeguaka Mirim
Auditório II – CDC
III.3. Ilustração e Literatura
Coordenação: Ana Lúcia Horta Nogueira
Participantes: Odilon Moraes e Isabel Coelho
Auditório III – CDC

18h30
Lançamento de livros
Galeria – Casa do Lago

19h00-20h30
Sessão Especial II – Perspectivas da Leitura no Brasil
Coordenação: Elizabeth Serra
Participantes: Nilma G. Lacerda e Luiz Percival Britto
Salão Nobre – FE

19h00-20h30
Mostra Kino – Rede Latino-Americana de Educação, Cinema e Audiovisual
Cinema – Casa do Lago

19h00-20h30
Atividade Cultural: “Mimagens”
Peça de teatro com Renata Ferreira
Sala Multiuso – Casa do Lago

14/07/2016 – Quinta-feira

9h00 – 12h00
Credenciamento dos participantes
Secretaria do Evento – CDC

10h00- 20h00
Livraria da ALB
Piso Superior – Casa do Lago

9h00-10h00
Conferência III – Marisa Lajolo
A leitura: do impresso ao digital
Auditórios – CDC

Mesas Redondas IV
IV.1. Cultura, literatura e educação infantil
Coordenação: Maria Nazaré da Cruz
Participantes: Patrícia Corsino, Renata Junqueira de Souza
Auditório I – CDC
IV.2.Experiências e práticas dos Núcleos de Literatura MBL
Coordenação: Marcus Pereira Novaes
Participantes: Christiane Fontelles e Maria Angélica Almeida
Auditório II – CDC
10h30-12h00
IV.3. Imagens infantis: infâncias conceituais
Coordenação: Ana Lúcia Goulart de Faria
Participantes: César Donizetti Pereira Leite e Walter Omar Koham
Auditório III – CDC
IV.4. Ocupações improváveis: cidades, grafites, fotografias
Coordenação: Elenise Cristina Pires de Andrade
Participantes: Amanda M. P. Leite e Daniela Franco Carvalho
Sala Multiuso – Casa do Lago

12h00 -13h30
Oficina da BC – Leitura e Acessibilidade
BCCL – Sala de treinamento

12h30 – 14h00
Oficina do 20º COLE – Nas dobras do papel: contando e encantando com origami
Sala Multiuso – Casa do Lago

14h00-16h15
Sessões de Comunicação III
FE, IE, CEL, BC – consultar programa

16h45-18h15
Conferência IV – Daniel Munduruku
Literatura indígena: o tênue fio entre oralidade e escrita
Auditórios – CDC

18h30
Lançamento de livros
Galeria- Casa do Lago

19h00-20h30
Mostra Kino – Rede Latino-Americana de Educação, Cinema e Audiovisual
Cinema – Casa do Lago

19h00-20h30
Assembleia Ordinária Bianual da ALB – Associação de Leitura do Brasil
Sala Multiuso – Casa do Lago

15/07/2016 – Sexta-feira

9h00 – 12h00
Minicursos – Inscrições antecipadas na área restrita do participante no site do 20º COLE
FE, IE, CEL – consultar programa

9h00 – 12h00
Livraria da ALB
Piso Superior – Casa do Lago

Sessões de Comunicação

Consulte as sessões de Comunicação: neste link!

Comentários desativados em 20° Congresso de Leitura do Brasil

IV Cogresso da Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica

A Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica convida para a IV edição do seu Congresso, que terá lugar no Centro de Convenções da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), em Campinas, Brasil, de 5 a 8 de julho de 2016.

Palestrantes convidados:
-John Perry (Stanford)
-Roberta Ballarin (British Columbia)
-Stefano Predelli (Nottingham)
-André Leclerc (Universidade Federal do Ceará)
-Ernest Sosa (Rutgers)

IV Congresso da Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica
Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)/Centro de Convenções
05 de julho de 2016 – 08 de julho de 2016

Comissão organizadora:
André Leclerc, Marco Ruffino, Adriano Naves de Brito, Marcos Silva, Lucas Angioni.

Mais informações: sbpha2016@gmail.com | http://www.sbpha.org.br/sbfa/

Comentários desativados em IV Cogresso da Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica